Painel das principais dependências químicas no Brasil



Cigarro, álcool, maconha, cocaína e êxtase, nesta ordem, estão entre as substâncias mais usadas pelos brasileiros de acordo com o mapeamento usado pela liga de Neurologia e Neurociência Funcional da Paraíba apresentado no Congresso Prime de 2018. Os dados foram coletados a partir do Sistema ùnico de Saúde (SUS) e do escritório das Nações Unidas (ONU) sobre drogas e crimes com informações de 2005 a 2015. Mostram que o número de dependentes é expressivo, sobretudo entre os jovens. 17.9% contra 7.2% da população em geral, menores de 21 anos são os mais vulneráveis porque o lobo frontal cerebral responsável pelo comportamento ainda não está suficientemente maduro. E não adianta só focar em coibir a droga, é preciso atuar no entorno social dessas pessoas. Os principais fatores que determinam o maior ou menor vulnerabilidade ao vício seria os escudos como envolvimento dos responsáveis e monitoramento, inclusão social, viver em lugares seguros, ambiente escolar de qualidade, desenvolvimento neurológico, resiliência e controle emocional, são várias ameaças, mas entre elas traumas e adversidades na infância, abuso e negligência, distúrbios mentais, pobreza, disponibilidade de drogas e o uso por colegas, buscar novas sensações. A maconha foi a droga mais consumida em 2016 com 192 milhões de pessoas, tendo utilizado, pelo menos 1% vez ao longo do ano expandindo em aproximadamente 16%, refletindo assim o aumento similar na população global. A cocaína alcançou também em 2016 seu nível mais alto de toda a história. Com uma estimativa de produção de 1410 toneladase e a maior parte da cocaína mundial vem da Colômbia. Em todo o mundo as mortes causadas diretamente pelo uso de drogas aumentaram em 60% entre 2000 e 2015. Pessoas com mais de 50 anos representam 27% dessas mortes em 2000 com o aumento desse percentual para 39% em 2015. A maioria das pessoas que usam drogas são homens, embora as mulheres tenham início nas drogas mais tarde que os homens, mas quando iniciam o uso aumentam a taxa de comum tanto do cigarro, álcool, maconha ou cocaína e opióides mais rapidamente que os homens, bem como desenvolvem mais rapidamente as desordens emocionais, físicas e mentais decorrentes do uso de drogas. Você, homem ou mulher, que está com essa dificuldade e pensa em retornar sua qualidade de vida deixando de se alimentar com drogas se permitindo a uma nova opção de vida fale com a Action Laser, unidade de Curitiba, que poderá ajudar você com uma técnica canadense 100% natural e indolor utilizando recursos de hipnose, neurolinguística, psicologia positiva e exercícios respiratórios para juntos resgatarmos o seu aspecto emocional como auto-estima e auto-controle, com grandes possibilidades de tornar sua vida mais saudável e feliz. Fale com os profissionais da Action Laser

através do whatsapp (41) 99917-8990

oupelo telefone fixo (41) 3232-4982

curitiba@actionlaser.com.br

www.facebook.com/ActionLaserCTBA/

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square