Posts Recentes
Posts em Destaque

Cigarro de palha é tão prejudicial quanto o industrial




Considerado não prejudicial, o cigarro de palha voltou com tudo, principalmente entre os jovens. Apesar de aparentemente inofensivo, traz tantos riscos à saúde quanto o industrial. Cristovão Colombo levou o exótico tabaco das Américas para a Europa. Fumar passou a ser chique e alastrou-se pelo resto do mundo. Pensava-se até que curava doenças. Quatro séculos depois o tabagismo dominava quase a metade dos adultos do mundo. Um grande negócio que há muito tempo tem um grande peso para a economia de países produtores, entre eles o Brasil, mas que também tem um grande peso para a saúde da população de todo o mundo.


Há 50 anos a propaganda dizia que médicos preferiam uma determinada marca e era chique. Fumar era um símbolo de independência e masculinidade. No entanto, evidências cientificas solidas demonstraram que sem dúvida, exceto pra a indústria do tabaco, tal negócio ocasionava doenças e matava precocemente. Levamos mais de meio século para que medidas fossem tomadas como educação para a população, restrição ao uso do tabaco e aumento dos impostos. Começou-se a consumir menos cigarro e passamos a observar a redução de seus efeitos tardios. Lamentavelmente mais de 20 milhões de brasileiros dos quais mais de meio milhão são crianças, ainda hoje consumem tabaco regularmente e mais de 130 mil de brasileiros morrem por doenças relacionadas a ele. E o agravante é que o cigarro é cada vez mais consumido por jovens. No Brasil cerca de 7 a 15% dos jovens de 15 a 19 anos fumam. Isto é, estamos tomando um lamentável caminho.

São reconhecidos mais de 70 espécies de tabaco. O cigarro de palha conhecido popularmente como palheiro era uma forma menos comum de consumo e até certo ponto romantizado entre nós. O cigarro de palha era associado a pessoas simples, humildes que chamavam de caipiras de interior que levavam uma vida calma tendo a imagem deles sentados na porta de suas casas com um cigarrinho na boca esperando o tempo passar. Mas a realidade é bem diferente, o trabalho do campo é muito duro, as condições de vida muito difíceis e as pessoas são inteligentes, práticas e tem pouco tempo para o laser e há muito tempo compram o cigarro industrializado, pois é difícil achar fumo de corda e ter um bom canivete a mão para picar o fumo e palha seca de boa qualidade ao alcance. É muito mais fácil e prático comprar o cigarro na venda. E nesse panorama parecia que o palheiro estava em extinção por não ser consumido em certos urbanos há muitas décadas.


Pouco e divulgou sobre as consequências do cigarro de palha, mas estudos comprovaram que esse tipo de cigarro está fortemente ligado ao câncer de boca e de garganta. Pensava-se que não teria mais importância e teria virado peça de museu. Subestimamos a criatividade da mórbida e ardilosa indústria dos tabaco sempre criativa, na forma de iludir os desavisados. Não é porque é natural que é bom. Mentira. Arapuca. Isso porqueê segundo estudos realizados pela OMS esse tipo de cigarro tem uma maior concentração de alcatrão do que cigarros industrializados.

Com a onda naturalista, todo produto natural tem uma imagem saudável e benéfica. Tudo isso de forma poética e complacente. Mas lembre-se: veneno para cobra é produto natural e mata. Muitos jovens tem se iludido com a sorrateira propaganda do boca em boca qe o tabaco não industrializado é mais seguro por não conter produtos químicos por ser natural. Está ai a volta do cigarro de palha, repaginado enchendo os cofres da santificada indústria dos produtos naturais. O velho cigarro de palha não está na boca dos caipiras, mas na boca dos jovens de classe média urbana. Em algumas cidades brasileiras cerca de 30 a 50% dos cigarros vendidos em tabacaria são palheiros. Mais de 30 marcas no mercado. Virou chique usar esse produto natural.


Fale com os profissionais da Action Laser através do whatsapp (41) 99917-8990 ou pelo telefone fixo (41) 3232-4982 curitiba@actionlaser.com.br www.facebook.com/ActionLaserCTBA/


Se você já entrou nesta onda o que fazer? Sente que precisa abandonar e está com dificuldade? Procure a Action Laser Unidade de Curitiba. Trabalhando há 27 anos com uma técnica canadense indolor 100% natural de laser acupuntura poderia ajuda-lo de uma forma natural, simples e sem sofrimento. Com a aplicação em pontos auriculares e sistêmicos utilizamos recursos, induções de hipnose e neurolínguística e técnicas de respiração apara amenizar o desconforto causado pela falta da droga que é a síndrome de abstinência.

Siga
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square

Action Laser

Action Laser trabalha com uma Técnica de Laser Acupuntura, desenvolvida no Canadá pela Drª Katharin Von Gavel e desde 1983, ajuda as pessoas que querem parar de fumar.

O processo é indolor, simples, natural e confortável baseado nos Fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa e na Tecnologia de ponta do Raio Laser.

O método se expandiu para vários países chegando ao Brasil em 1988, e em Curitiba em 1991, e agora até você.

Contato

Rua Buenos Aires, 466 - 8º Andar - Cj. 81

Edifício Main Offices Batel I

Batel - Curitiba - PR.

Entre Rua Sete de Setembro e

Av. Visconde de Guarapuava.

Próximo ao Shopping Curitiba.

Páginas

 41 - 3232.4982

© 2016/2018 - Action Laser Curitiba | Layout Mídia Total Publicidade

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon